Prefeitura de Tabaí - RS

Atendimento:
Segunda a sexta-feira, 8h às 12h e 13h às 17h.

Notícias

29.04.2016 14:32

Vacinação contra a Gripe




A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa oficialmente amanhã (30), data escolhida pelo Ministério da Saúde como Dia D de mobilização em todo o país.

O público-alvo, de acordo com o Ministério da Saúde, totaliza 49,8 milhões de pessoas. A meta é imunizar pelo menos 80% dessa população, considerada de risco para complicações por gripe.

Horário de Vacinação em Tabaí

Posto de saúde central: das 8h até terminar o estoque de vacinas.

Posto de saúde Vila Tabaí: das 8h às 12h

Localidade Hélio Cardoso: das 8h às 12h

Quem deve vacinar?

- Grávidas em qualquer idade gestacional, puérperas até duas semanas após o parto (incluindo as que tiverem aborto ou perda fetal).

- Adultos com 60 anos ou mais, Crianças menores de 5 anos (sendo que o maior risco de hospitalização é em menores de 2 anos, especialmente as menores de 6 meses com maior taxa de mortalidade).

- População indígenaa aldeada.

- Indivíduos menores de 19 anos de idade em uso prolongado de ácido acetilsalicílico (risco de síndrome de Reye).

- Indivídulos que apresentem pneumopatias (incluindo asma), pacientes com tuberculose de todas as formas (há evidências de maior complicação e possibilidade de reativação).

- Cardiovasculopatias (excluindo hipertensão arterial sistêmica), nefropatias, hepatomatias, doenças hematológicas (incluindo anemia falciforme).

- Distúrbios metabólicos (incluindo diabetes mellitus), transtornos neurológicos do desenvolvimento que podem comprometer a função respiratória ou aumentar o risco de aspiração (disfunção cognitiva, lesão medular, epilepsia, paralisia cerebral, síndrome de Down, acidente vascular encefálico – AVE ou doenças neuromusculares).

- Imunossupressão associada à medicamentos, neoplasias, HIV/aids ou outros, obesidade (especialmente aqueles com índice de massa corporal – IMC - maior de 40 em adultos).

E não esqueça:
- Da carteirinha de vacinação;
- Pacientes que usam medicamentos contínuos devem levar receita.